Célio Levandovski é o futuro Presidente do SESCON-RS

de de

 

Célio 2017a

Em uma eleição marcada pela acirrada disputa entre as duas chapas, Célio Levandovski foi conduzido a condição de novo Presidente do SESCON-RS para o período de 2018 a 2022. Com 59,23% dos votos, a Chapa 1 – Novos Horizontes se saiu vitoriosa. Associados da entidade votaram em Porto Alegre e outras cinco cidades do Interior do Estado (São Leopoldo, Lajeado, Santa Maria, Passo Fundo e Pelotas). Célio e a nova diretoria assumem no dia 2 de maio em posse formal.  

A eleição transcorreu com normalidade em todos os locais de votação. Tanto que o resultado saiu apenas duas horas após o término do período de votação. “Foi a vitória da democracia. Estão de parabéns as duas chapas”, afirma o atual Presidente, Diogo Chamun.

Célio Levandovski é o atual diretor de assuntos legislativos do SESCON-RS. Ao longo da atual gestão, também assumiu a gestão de produtos e serviços, liderando o setor de capacitação e o de certificação digital. Célio é bacharel em Ciências Contábeis com pós-graduação em gestão de empresas de serviços. Atuou como conselheiro e também exerceu o cargo de vice-presidente de Controle Interno do CRCRS. É empresário contábil, estando à frente da Contadores Associados, de Porto Alegre.

Confira abaixo, as principais ideias de Célio Levandovski sobre o presente e o futuro do SESCON-RS: 

SESCON-RS – Porque o senhor quis se tornar Presidente? 

CÉLIO LEVANDOVSKI – Quis ser Presidente do SESCON-RS para apresentar contribuições aos nossos associados e representados. Acredito que nossa diretoria, formada pela experiência dos seus candidatos, aliada a necessária renovação de parte dos seus dirigentes, irá corresponder com a exigida representatividade da entidade, como muito bem fizeram os presidentes Diogo Chamun e Jaime Gründler Sobrinho. 

 

SESCON-RS – A reforma trabalhista, aprovada no final de 2017, exige uma readequação na estrutura das organizações sindicais. Qual a sua opinião sobre a queda do imposto sindical? 

CÉLIO – Temos consciência da necessária adequação do SESCON-RS para enfrentar este momento de mudanças das leis trabalhistas. Para isso já temos um estudo e um plano de ações que irão permitir na manutenção de todas as nossas atividades, sejam elas de representação sindical ou dos serviços oferecidos aos associados e representados.  

 

SESCON-RS – O SESCON-RS possui um leque de produtos e serviços (capacitação, certificação digital, convênios, serviços jurídicos e de RH, etc.). Qual será a sua política para essas áreas? 

CÉLIO – A área de capacitação é essencial para o SESCON-RS e será ampliada. E quando se fala em qualificação dos empresários e de suas empresas contábeis, importante destacar que o EGESCON estará no calendário anual da entidade.  Destaco ainda o atendimento aos serviços de certificação digital e os nossos convênios, como assistência médica, jurídica, de RH e junto aos centros universitários.  

 

SESCON-RS – Nos últimos anos, o SESCON-RS ampliou sua relação institucional junto ao poder público, veículos de comunicação e a sociedade como um todo. Como será a sua política de relações institucionais? 

CÉLIO – Caberá a presidência e sua diretoria criar seus porta-vozes para representar o SESCON-RS de forma institucional e técnica. O relacionamento com órgãos de Governo é de caráter fundamental para a defesa dos nossos associados. Já os meios de comunicação são parte da nossa estratégia para transmitir temas relevantes do nosso setor à sociedade como um todo e, em particular, aos nossos associados e representados.  

 

SESCON-RS – Qual é o seu projeto para ações do SESCON-RS no Interior do RS? 

CÉLIO – Além de avançarmos na organização de grupos de estudos nas regiões das nossas vice-presidências, iremos formar um grupo de trabalho, sob a coordenação dos vice-presidentes, para avaliar e discutir as realidades do interior em relação aos reajustes e cláusulas da convenção coletiva. 

 

SESCON-RS – Programas em andamento como o Gestão Pública Eficaz, SESCON-RS Universitário e o Programa de Qualidade Contábil (PQC) terão continuidade? 

CÉLIO – O PQC e o curso de Pós-Graduação Contábil são os melhores instrumentos para que as empresas e seus empresários tenham acesso a uma qualificação direcionada, sob medida para seus escritórios.  Iremos investir e possibilitar que um maior número de empresas participe destes dois importantes meios de gestão com resultados práticos no dia-dia das organizações. 

O SESCON-RS Universitário faz parte dos nossos projetos de educação e de profissionalização dos futuros empresários do setor.  Já o Gestão Pública Eficaz será nossa atuação firme e fiscalizadora em relação aos dispêndios do dinheiro público e má utilização das receitas provenientes dos impostos pagos por todos nós. 

 

SESCON-RS – No final de 2017, o SESCON-RS migrou do Sistema Fecomércio-RS para o Sistema Fenacon. Qual a sua opinião e como será a relação com a nova federação? 

CÉLIO – A Fenacon faz parte da história do SESCON-RS. Sempre estivemos alinhados com as políticas de representação do setor de serviços em nível nacional. A recente filiação a Fenacon corrige o caminho natural por representar o segmento do qual defendemos em nível Estadual. Tenho certeza que esta mudança trará excelentes frutos, pois a Fenacon é  onde são discutidos os temas mais relevantes das empresas de serviço, em especial pela proximidade com a Receita Federal do Brasil, onde temos a maioria de nossas demandas. 

 

SESCON-RS – Qual será a linha mestra da sua gestão? 

CÉLIO – Temos a convicção que a nossa gestão irá se pautar pelo Diálogo, União e Ética. São valores presentes em cada um dos membros da Chapa1 – Novos Horizontes. O Diálogo para defender seus interesses e ouvir suas manifestações, a União para mostrar a nossa força como entidade representativa e a Ética como postura exigida para assumir a elevada responsabilidade de comandar o SESCON-RS. 

E mais, iremos consolidar os esforços das gestões anteriores, dos presidentes Diogo Chamun e Jaime Gründler Sobrinho, que representaram o SESCON-RS com os fundamentos de sua origem, balizados pela firme conduta de seus propósitos.  Queremos avançar ainda mais.

 

Clique AQUI  e confira a opinião do Presidente Diogo Chamun logo após a apuração

Clique AQUI  e assista a primeira manifestação de Célio Levandovski como Presidente eleito