Negociação Coletiva de Trabalho 2021/2022

de de

Os desafios para o processo de Negociação Coletiva de Trabalho 2021/2022 foram muitos, como é notório. Por conta do novo coronavírus, a humanidade está vivenciando uma crise sanitária, econômica e social com consequências graves nas empresas e nos empregos.

Para esta negociação, o SESCON-RS constituiu uma comissão de empresários, composta por 12 representantes de empresas, com estruturas diferenciadas, portes e região. São gestores que buscam sempre o crescimento, a valorização profissional e o bem-estar de suas equipes.

Nesse período em que as empresas do setor precisaram se reinventar, também foi necessário investir e inovar para manterem-se equilibradas, preservar empregos e enfrentar a rigorosa crise. Diante desse cenário, a negociação coletiva deste ano teve seus altos e baixos, inclusive com a suspensão das tratativas por um determinado momento.

Com muito respeito, buscamos a negociação e reabrimos o processo para, juntos, construirmos condições legais que minimizassem os impactos às empresas e aos trabalhadores. Por isso, para a evolução das relações de trabalho, cláusulas foram renegociadas e o instrumento de Acordo Coletivo de Trabalho foi constituído entre o SESCON-RS e o Sindesc. O documento segue um modelo padrão, acordado entre os sindicatos, mas também podem ser implementadas alterações para que se busque uma adequação à realidade de cada região e situação, com a concordância do sindicato laboral.

Neste grave momento de crise, essa solução conjunta entre os sindicatos foi determinante para o acordo: cláusulas de enfrentamento à pandemia, teletrabalho, banco de horas laborado, controle alternativo de jornada, entre outras que irão impactar positivamente.

Empresas e empregados não são inimigos, uma vez que um depende do outro para atingir os seus objetivos. Não pactuamos com mensagens desrespeitosas, com a intenção de prejudicar a boa relação que sempre existiu e deve existir entre empresas e empregados.

Este é o momento de darmos as mãos e lutarmos juntos para combatermos o nosso maior inimigo: o novo coronavírus.

Célio Levandovski

Presidente do SESCON-RS