SESCON-RS mobilizado pelos Micro e Pequenos Empresários

de de
180214Visitas REFIS MPEs

Na última semana, o presidente do SESCON-RS, Diogo Chamun se reuniu com diversos parlamentares gaúchos, para deliberar sobre a derrubada do Veto ao parcelamento especial das Micro e Pequenas Empresas. Dois senadores e dois deputados federais receberam a visita e garantiram apoio a matéria, que deverá ser votada no Congresso Nacional no início da março. Esta é uma das bandeiras levantadas pelo SESCON-RS e pela Fenacon para viabilizar a sobrevivência de boa parte dessas empresas.

A primeira a receber a visita foi a Senadora Ana Amélia Lemos, que prontamente aderiu ao pedido. Na segunda-feira, ao retornar do recesso parlamentar, a Senadora foi ao Plenário do Senado reforçar o apoio ao SESCON-RS e a Fenacon. Após, visitamos o Deputado Federal Covatti Filho, que além de apoiar a derrubada do veto, mostrou interesse pelo projeto gestão Pública Eficaz e pelos relatórios gerados por ele.

Na última sexta-feira, dia 09, Chamun esteve reunido com o Deputado Federal João Derly e o Senador Lasier Martins. Derly enfatizou que, além de votar pela derrubada, realizará articulação com a bancada do seu partido (Rede) para que façam o mesmo. Já Lasier, garantiu apoio a matéria e também se interessou pelos relatórios do Gestão Pública Eficaz, principalmente aos que se referem aos gastos do Poder Legislativo.

O parcelamento especial é a chance das empresas quitarem seus débitos tributários. Com o Veto do Presidente, as Micro e Pequenas Empresas não poderão realizar esta ação, dificultando ainda mais a quitação das dívidas. “Estima-se que cerca de 500 mil empresas estejam com débitos. Se o REFIS não for liberado, estas empresas podem fechar suas portas e deixar mais de 1 milhão e meio de desempregados”, ressalta Diogo Chamun.