SESCON-RS vive período eleitoral

de de

SESCON-RS - Selo Eleição 2018

O SESCON-RS entra em seu período eleitoral para a gestão 2018/2022. No dia 15 de março, as empresas associadas em dia com a entidade terão direito a voto, em urnas instaladas em Porto Alegre, São Leopoldo, Lajeado, Santa Maria, Passo Fundo e Pelotas. Duas chapas se credenciaram a concorrer.

A eleição ocorre das 9h às 15h, com escrutínio imediatamente após. Cada chapa registrou candidatos a presidente e também nomes para as vice-presidências do Vale do Sinos, Vale do Taquari, Região da Produção e Região Central, além dos demais diretores. Ao todo, serão doze diretores titulares (incluindo os vice-presidentes) e outros doze suplentes.

Pela Chapa 1 (situação), o candidato a Presidência é o atual diretor de assuntos legislativos do SESCON-RS, Célio Levandovski. Ao longo da atual gestão, Levandovski também assumiu a coordenação de produtos e serviços, liderando o setor de capacitação e o de certificação digital. Célio é bacharel em Ciências Contábeis com pós-graduação em gestão de empresas de serviços. Atuou como conselheiro e também exerceu o cargo de vice-presidente de Controle Interno do CRCRS. É empresário contábil, estando à frente da Contadores Associados, de Porto Alegre.

Na Chapa 2 (oposição), o candidato a Presidência é José Tadeu Jacoby. Com formação em Ciências Contábeis e Direito, Jacoby é atualmente o vice-presidente institucional do SESCON-RS. Exerceu recentemente o cargo de secretário geral da Junta Comercial do Rio Grande do Sul (JUCIS) e também atuou no CRCRS, além de presidir o Sindicato dos Contadores e Técnicos em Contabilidade do Vale do Sinos (Sincontecsinos). Também é empresário contábil, no comando da Jacoby Contabilidade, de São Leopoldo.

EM ALTA – Para o Presidente do SESCON-RS, Diogo Chamun, a eleição de 2018 marcará um novo tempo para o sindicato. “Esse pleito será histórico, visto que após décadas estamos voltando ao Sistema Fenacon, federação que representada genuinamente os interesses das empresas de serviços aqui no Brasil. Vamos trabalhar com transparência para que a eleição transcorra com tranquilidade, democracia e lisura”, afirma. A Fenacon também está dando suporte, do ponto de vista jurídico e organizacional. A nova diretoria assume no dia 1º de maio. 

Chamun também ressalta o atual momento da entidade, que nos últimos anos tem se tornado protagonista junto ao poder público (aproximação com autoridades governamentais) e outras lideranças de classe, além de ampla visibilidade junto aos meios de comunicação. “E tudo isso, por meio de propostas concretas que visam beneficiar a sociedade, como os projetos Gestão Pública Eficaz e SESCON-RS Universitário, além mobilizações em defesa de interesses dos nossos representados”, enfatiza.

O SESCON-RS é uma entidade patronal que representa mais de 140 segmentos econômicos gaúchos. Ao todo são cerca de 20 mil empresas representadas em 483 municípios. No entanto, por regramento eleitoral, somente associadas em dia terão direito a voto.

CONFIRA A NOMINATA COMPLETA DAS DUAS CHAPAS CONCORRENTES